Saiba a importância da controladoria para o funcionamento da empresa
Gestão Financeira

Saiba a importância da controladoria para o funcionamento da empresa

Escrito por BCN Treinamentos

Liderar o setor de uma empresa é uma tarefa que exige visão estratégica para enfrentar os desafios e motivar a equipe, além de foco na entrega de excelentes resultados.

Como se sabe, quem ocupa um cargo de liderança precisa, ainda, tomar uma série de decisões. É nesse contexto que o líder deve entender a importância da controladoria.

Durante a leitura do artigo, vamos abordar como funciona a controladoria e por que ela se tornou uma atividade imprescindível para o crescimento sustentável de uma organização. Continue a leitura para conferir!

Como funciona a controladoria?

O principal objetivo de uma controladoria é reunir informações que ajudem os gestores na tomada de decisões. A partir da coleta de dados explanados em relatórios gerenciais, é possível entender as necessidades dos stakeholders, ou seja, clientes, acionistas, fornecedores, fiscalizadores, entre outros.

Em resumo, a controladoria mantém o controle sobre os resultados financeiros de um negócio. O primeiro passo para a execução de ações assertivas é o planejamento que, por sua vez, está calcado no orçamento da empresa. Nessa fase inicial, definem-se os padrões de qualidade a serem alcançados.

As atividades de controladoria envolvem a estruturação contábil e financeira, além de levar em conta as áreas de apoio. Em um segundo momento, deve-se analisar o custo junto com a contabilidade e, ainda, a constituição do preço de venda de um produto ou serviço.

Para terminar, faz-se necessário incluir no processo de avaliação todas as informações que possam ajudar os gestores a fazer escolhas acertadas, tais como o orçamento empresarial, a análise de desempenho por setor, o fluxo de caixa previsto, entre outras.

Desse modo, a controladoria poderá estabelecer os padrões de controle e traçar os resultados com ênfase nos objetivos organizacionais, de maneira a suprimir os excessos, o desperdício e, até mesmo, as fraudes.

Qual a importância da controladoria?

É sabido que a controladoria reúne e analisa dados essenciais para o entendimento do negócio, de modo a contribuir para a tomada de decisões estratégicas. Mas, afinal, por que é importante ter controle sobre a gestão e as operações empresariais?

Para responder a essa questão, é preciso refletir acerca do contexto atual no qual uma companhia está inserida. Vale mencionar o impacto que a tecnologia provoca no ambiente corporativo e nas relações entre empresa e cliente.

Outro ponto é o fácil acesso a produtos e serviços. A variedade de opções disponíveis aumenta, a cada dia, a competitividade. Nesse quadro, observa-se um consumidor mais esclarecido e exigente na procura pelo item desejado.

Para enfrentar essa realidade de maneira exitosa, as organizações precisam criar estratégias que conquistem a clientela e preservem a sustentabilidade do negócio. Assim, as companhias procuram elaborar um planejamento estratégico que atenda aos objetivos que se busca alcançar.

Por sua vez, um plano de ação de sucesso deve ser pensado com base nas necessidades do consumidor. Qualquer erro ou equívoco quanto à compreensão do mercado pode ser fatal.

A controladoria surge justamente para eliminar as falhas que venham a comprometer ou impedir o crescimento de uma empresa. Integrando todos os setores de uma companhia, ela atua na gestão do planejamento estratégico ao realizar o controle para a execução de medidas acertadas que resultem no alcance dos objetivos estipulados.

Isso acontece porque, a partir de um controle rigoroso, os gestores têm melhores condições de elaborar soluções totalmente alinhadas ao negócio. Além de implicar a obtenção dos resultados desejados, a controladoria, ao eliminar as decisões gerenciais equivocadas, contribui com a redução de custos e favorece a produtividade e o melhor aproveitamento do tempo.

Quais métricas são utilizadas na gestão de controladoria?

As métricas fornecem informações relevantes a respeito dos resultados em uma empresa. Por isso, são extremamente necessárias e estratégicas na gestão de controladoria. A seguir, listamos as principais.

Retorno sobre o investimento (ROI)

O ROI é um dado que pode ajudar a entender quais ações devem ser prioritárias. Por meio dessa métrica, é possível avaliar o impacto de medidas executadas em uma organização. Logo, ele auxilia na tomada de decisões.

Chega-se ao cálculo subtraindo os custos iniciais do lucro com o investimento. Em seguida, divide-se o valor pelos custos iniciais e, por fim, multiplica-se por 100%.

ROI = (lucro com o investimento – custos iniciais / custos iniciais) x 100%

Retorno sobre o patrimônio líquido (ROE)

A métrica está relacionada à expansão da empresa. O alto valor obtido por meio do cálculo indica que o negócio está em expansão. A fórmula que determina o resultado inclui o lucro líquido dividido pelo patrimônio líquido. Logo após, o valor é multiplicado por 100%.

ROE = (lucro líquido / patrimônio líquido) x 100%

Alavancagem financeira

Refere-se à existência de capital de terceiros no negócio, o que torna necessário o pagamento de juros aos stakeholders. Quanto maior a alavancagem, maior o risco. Sendo assim, é de fundamental importância ter o controle sobre a métrica.

Para descobri-la, é preciso dividir o lucro antes dos juros e imposto de renda pelo lucro antes do imposto de renda. Por fim, subtrai-se o valor pelos juros.

Alavancagem financeira = lucro antes dos juros e imposto de renda / lucro antes do imposto de renda – juros

Índice de endividamento

Revela o quanto os recursos do negócio estão empenhados devido ao endividamento. Trata-se de uma métrica relacionada à debênture, ou seja, um título que garante um direito de crédito ao investidor.

Nesse caso, é fundamental manter o índice baixo. Para calcular o valor, basta dividir os passivos pelos ativos e, em seguida, multiplicar o resultado por 100%.

Índice de endividamento = (passivos / ativos) x 100%

Medir e analisar as métricas geradas no ambiente corporativo é primordial para saber como estão os negócios e evitar dificuldades ou até mesmo o fechamento de uma empresa.

Daí advém a importância da controladoria. Mas para que a gestão de controle seja bem executada e implique resultados positivos, é fundamental que esteja a cargo de profissionais altamente qualificados.

Para isso, conhecimento é sempre bem-vindo. Então que tal se aprofundar e conferir nosso Curso de Controladoria Estratégica Aplicada, destinado aos Gerentes, Supervisores e demais profissionais de área financeira? Entre em contato e saiba mais!

O artigo ajudou você a entender a importância da controladoria? Aproveite para assinar a nossa newsletter e receber informações úteis para a sua carreira!

Powered by Rock Convert

Sobre o autor

BCN Treinamentos

Deixar comentário.

Share This