Gestão Financeira

Por que indicadores financeiros são essenciais na tomada de decisão?

Uma estratégia clara e precisa só poderá ser alcançada com êxito caso seja elaborada com base em informações relevantes sobre o negócio. Em outras palavras, é preciso lançar mão dos indicadores financeiros, uma vez que eles são fundamentais para um planejamento estratégico que implicará resultados importantes em uma organização.

Mas, afinal de contas, o que são indicadores financeiros? Qual a sua importância e como defini-los? Quais são os principais tipos e para que servem? Neste artigo, vamos responder a essas questões, então continue a leitura para conferir!

O que são indicadores financeiros?

Como é sabido, os relatórios financeiros sobre a venda de um produto ou serviço ou relativos à margem de lucro de uma empresa em determinado período são ferramentas estratégicas, pois trazem dados que poderão ser utilizados para o benefício de um negócio.

Todavia, todo o emaranhado de números e gráficos de nada servirá, caso a companhia não seja capaz de enxergar em cada informação um índice valioso para a tomada de decisões. Esse olhar perspicaz é que poderá definir o sucesso ou não de um negócio.

Os indicadores financeiros são, justamente, as métricas ou os meios empregados para buscar e produzir informações financeiras que revelem aspectos relevantes acerca de uma atividade, uma ação ou um setor da empresa.

Sem a definição dos indicadores, uma organização fica à mercê do acaso e torna-se incapaz de sobreviver no médio ou longo prazo. Por esse e outros motivos, é fundamental desvendar por que eles são tão importantes em uma organização.

Qual a importância dos indicadores financeiros?

A primeira grande razão para utilizar os indicadores financeiros em uma empresa reside no fato de que eles fornecem informações relevantes a respeito de um negócio. O aumento nas vendas de um produto ou serviço pode até indicar uma excelente notícia, mas apenas os indicadores poderão sinalizar o real significado dessas vendas, ou seja, se elas geraram lucro — ou não.

Por meio dos indicadores financeiros, é possível visualizar com exatidão os pontos fortes e fracos na administração e estratégia de uma companhia para, a partir daí, corrigir os erros e mudar a rota, caso seja necessário.

Os indicadores financeiros possibilitam, ainda, o alcance dos objetivos estratégicos e o acompanhamento preciso dos resultados em uma empresa. Além disso, são um instrumento essencial para que os investidores e parceiros consigam analisar a saúde financeira de um negócio. Sendo assim, é preciso aprender a definir os indicadores de finanças.

Como definir os indicadores financeiros?

Alguns requisitos são fundamentais para a definição dos indicadores financeiros em uma companhia. Em primeiro lugar, é preciso se certificar das reais necessidades de um negócio com base em um planejamento estratégico previamente elaborado. A partir disso, os indicadores mais importantes devem ser selecionados.

É válido ressaltar que os indicadores financeiros só terão impacto positivo sobre os resultados de uma empresa se forem utilizados de maneira estratégica. E mais: sem a participação dos colaboradores, os objetivos traçados correm o risco de ficar apenas no papel. Por isso, é essencial envolver os funcionários nos planos de ação da organização, bem como oferecer recompensas por seus resultados.

Da mesma maneira, é necessário o emprego de ferramentas que permitam mensurar com precisão, agilidade e clareza os indicadores financeiros definidos. Cada estratégia requer a seleção de indicadores específicos, de modo que caberá à companhia definir os softwares de gestão ou outros meios para a coleta de informações, assim como o período de análise das métricas a serem interpretadas.

Recomenda-se o enfoque em poucos indicadores, alinhados às principais metas da empresa, de preferência que conversem entre si — e não o contrário. Os resultados devem ser analisados, a fim de que sejam observados o que demonstram os indicadores financeiros, qual o seu impacto sobre o negócio e se eles estão atrelados ao planejamento da empresa.

Com base nas informações, será possível tomar decisões que alterem a rota para corrigir falhas ou propulsionem os resultados já alcançados. Em ambas as situações, as ações deverão estar de acordo com a estratégia da organização, de maneira a promover a sustentabilidade e o sucesso de um negócio.

Quais indicadores financeiros sua empresa pode utilizar?

Após aprender como definir os indicadores financeiros, você pode estar se perguntando: quais indicadores podem ser utilizados e para que eles servem? A seguir, listamos 5 exemplos que poderão ser muitos úteis ao seu negócio. Confira!

1. Margem operacional

Serve para avaliar os resultados das vendas em uma companhia. Obtém-se o indicador ao dividir o montante absoluto relativo às vendas pelo desempenho absoluto da operação. Desse modo, chega-se ao percentual da margem operacional, que inclui as vendas após a quitação de todas as despesas, salvo o imposto de renda.

2. Custos fixos

São os gastos fixos, ou seja, tudo aquilo que se mantém invariável, ainda que haja mudanças no faturamento. É necessário tomar muito cuidado com o aumento desse indicador, pois os efeitos poderão ser nocivos para o negócio ao término de um período.

3. Nível de endividamento

Refere-se às dívidas obtidas por meio de empréstimos e às responsabilidades com fornecedores, por exemplo. O indicador pode ser encontrado com a divisão integral do passivo com o ativo da empresa.

Para evitar o nível de endividamento alto, é preciso muita cautela com o crédito bancário, uma vez que os juros da dívida podem corroer os resultados alcançados, de modo a prejudicar a liquidez de um negócio.

4. Ticket médio

Dividindo o faturamento pela quantidade de vendas feitas em determinado período, chega-se ao ticket médio, ou seja, o valor médio por venda. Com o índice em mãos, a organização poderá rever ou aprimorar as ações de capacitação de seus colaboradores ou repensar as suas estratégias de marketing.

5. Rentabilidade

Para avaliar o poder de ganho ou o retorno sobre o capital investido em uma companhia, o indicador empregado é o da rentabilidade, que pode ser alcançado dividindo-se o resultado líquido pelo ativo total. Dessa maneira, o investidor saberá se determinado negócio é ou não é lucrativo.

Como você pôde notar, os indicadores financeiros trazem informações essenciais para uma tomada de decisão assertiva nos negócios. Cabe às organizações utilizarem esses dados de maneira correta, alinhando-os ao seu planejamento estratégico, a fim de atingir excelentes resultados.

Agora que você aprendeu por qual motivo os indicadores financeiros são uma ferramenta indispensável para a elaboração de um plano de ações bem-sucedido, saiba então como aumentar a produtividade no setor financeiro de sua empresa!

Sobre o autor

BCN Treinamentos

1 comentário

Deixar comentário.

Pin It on Pinterest

Share This