Aprenda a fazer a gestão do ano fiscal corretamente
Gestão Financeira

Aprenda a fazer a gestão do ano fiscal corretamente

Escrito por BCN Treinamentos

O ano fiscal é um período de tempo que as empresas usam para efetuar o registro contábil das entradas e saídas de recursos financeiros do seu negócio, o que permite a mensuração do resultado da empresa por meio do Demonstrativo de Resultados do Exercício e do Balanço Patrimonial.

Neste artigo, preparamos uma compilação com os principais conceitos e dicas para você fazer uma gestão eficiente do ano fiscal da sua empresa. Você vai descobrir para o que ele serve, qual é a importância de mantê-lo em dia e como fazer o seu fechamento. Ficou interessado? Então continue a leitura e descubra!

O que é ano fiscal?

Você já teve uma ideia básica do que é ano fiscal no início deste artigo. Mas, para ter um entendimento completo, é importante explorar com profundidade os conceitos.

Nesse sentido, o primeiro dado relevante é que nem sempre o ano fiscal coincide com o ano-calendário. Entretanto, no âmbito nacional isso acontece, já que a legislação brasileira assim o determina. Dessa forma, o ano fiscal inicia no dia 01 de janeiro e termina no dia 31 de dezembro.

Esse transcurso de tempo é o lapso temporal no qual é feita a demonstração dos resultados contábeis de uma empresa. O termo surgiu da prática de administração pública, que leva em consideração o exercício como o período de execução do orçamento.

Dentro desse contexto, o ano fiscal é dividido em 4 trimestres. Ao final de cada um desses períodos, são divulgados Demonstrativos de Resultados e Balancetes, tendo a empresa condições de computar fluxos de pagamento, cumprimento de obrigações, oscilações no desempenho da empresa, entre outras informações relevantes para o planejamento estratégico do negócio.

Para que serve o ano fiscal?

O ano fiscal pode ser visto como um meio de gerir, contabilizar, controlar e apurar as receitas e despesas da empresa. A divisão em trimestres, como já dito anteriormente, é uma forma de possibilitar as oscilações e trazer dados financeiros que auxiliam no planejamento do trimestre seguinte.

Além disso, o ano fiscal está relacionado ao conceito de fechamento contábil, que é uma rotina realizada com o escopo de atestar que todos os documentos foram elaborados de forma coerente e satisfatória. Falaremos sobre esse assunto no tópico de fechamento.

Qual é a importância de mantê-lo em dia?

Sem dúvida, quando se fala em ano fiscal, está se falando principalmente na importância da sua manutenção, já que a gestão eficiente permite ter acesso a dados a respeito dos resultados obtidos pela empresa naquele período.

Por meio dos relatórios oriundos da gestão do ano fiscal, o gestor pode visualizar claramente quais foram as falhas, se elas causaram algum prejuízo no negócio, e quais foram os pontos responsáveis pela evolução da empresa.

Ainda, esse estudo traz a possibilidade de compreender com mais clareza quais foram os custos obtidos, permitindo uma avaliação daqueles que devem ser eliminados para aumentar os resultados para os próximos trimestres.

Como fazer uma gestão adequada?

Por meio da adoção de algumas rotinas práticas, você pode investir na melhoria da gestão do ano fiscal da sua empresa, atraindo melhores resultados para o seu negócio. Confira!

Organize documentos e a contabilidade

A gestão do ano fiscal só é eficiente se ela estiver aliada com toda a organização contábil do negócio. Para que isso aconteça é imprescindível que a empresa esteja assessorada por profissionais qualificados tecnicamente.

Confira a seguir algumas dicas que vão ajudar na organização da contabilidade da sua empresa:

  • verifique se a empresa está em dia com as obrigações tributárias (impostos, taxas, contribuições etc.);
  • apure as informações relativas a créditos e débitos, espelhando as informações e verificando se elas são condizentes com a realidade;
  • fique atento ao saldo bancário e evite ficar no vermelho;
  • mantenha uma boa gestão dos documentos e informações contábeis;
  • realize o cálculo de lucratividade do negócio;
  • utilize os dados contábeis para a elaboração do planejamento estratégico do negócio.

É imprescindível que o gestor esteja atento a organização e guarda dos documentos fiscais da empresa. É necessário manter todos os registros de notas fiscais salvos e organizados permitindo acesso e consulta facilitada.

Além disso, em caso de fiscalização, é necessário estar com a documentação em dia e devidamente organizada.

Como fazer o fechamento do ano fiscal?

O fechamento é uma etapa importante pra o negócio, já que conclui uma etapa da empresa, preparando-a para o próximo ano fiscal. Na prática, algumas dicas já aplicadas na gestão também são válidas para essa etapa, e a primeira delas é a organização contábil.

Por meio da organização da escrituração contábil o empresário tem condições de observar com clareza quais foram os valores que transitaram no negócio (créditos e débitos), conhecer o saldo bancário da empresa e avaliar se está em dia com as suas obrigações tributárias.

Muitas empresas de pequeno e médio porte não prestam atenção nessa etapa de organização e esse processo faz toda diferença, tanto durante o ano fiscal quanto para o fechamento do mesmo e o planejamento para o ano seguinte.

Outra dica para o fechamento do ano fiscal é a organização dos saldos e a realização dos cálculos do lucro obtido no período. Essas informações permitem avaliar os resultados do negócio e programa novas estratégias para a empresa.

Dessa forma, é essencial que o empresário tenha em mãos informações corretas e atualizadas sobre saldos financeiros, débitos em aberto e créditos a receber.

As estratégias para o um bom fechamento do ano fiscal estão intrinsecamente ligadas a organização e gestão que são feitas no decorrer do ano. Sem dúvida, a empresa que mantém uma boa gestão durante o ano não vai ter dificuldade nenhuma de realizar o encerramento.

Além disso, vale lembrar que é importante que o negócio conte com a assessoria de um profissional da área contábil. Ele vai poder oferecer orientações acerca do pagamento de tributos, otimização desses custos e estratégias que podem ser aplicadas para o crescimento do negócio.

Gostou deste post sobre ano fiscal? Quer ficar por dentro de artigos e treinamentos específicos para sua capacitação e aperfeiçoamento profissional? Então assine a nossa newsletter e receba diretamente no seu e-mail todas as novidades.

Powered by Rock Convert

Sobre o autor

BCN Treinamentos

1 comentário

Deixar comentário.

Share This