Contabilidade financeira e a contabilidade gerencial. Você conhece quais as diferenças?
Gestão Financeira

Contabilidade financeira e a contabilidade gerencial. Você conhece quais as diferenças?

Contabilidade FInanceira Contabilidade Gerencial
Escrito por BCN Treinamentos

Se você não sabe a diferença entre contabilidade financeira e contabilidade gerencial, saiba que você não está sozinho. Muitos empresários e gestores, mesmo os mais experientes, também não sabem e confundem uma com a outra. No entanto, para gerir melhor o seu negócio, é importante saber diferenciá-las e, pensando nisso elaboramos, este artigo.

Acompanhe e aprenda de uma vez por todas quais são as diferenças entre a  contabilidade financeira e a contabilidade gerencial.

Por que saber a diferença entre contabilidade financeira e gerencial

Se você está começando seu negócio agora ou mesmo se já tem uma empresa há algum tempo e precisa regularizar seus controles internos,  é fundamental para a gestão do negócio saber a diferença entre contabilidade financeira e contabilidade gerencial.

Mas antes de tudo, vale lembrar o conceito de contabilidade. Contabilidade é a ciência que tem como objetivo o estudo das variações quantitativas e também qualitativas do patrimônio de uma empresa. Todas as movimentações no patrimônio são registrados pela Contabilidade por meio de relatórios. E, de acordo com a Lei 6.404 de 1976, a contabilidade é obrigatória para pessoas jurídicas.

Podemos dizer que a contabilidade financeira e a contabilidade gerencial são dois ramos da contabilidade e que ambas são ferramentas importantes para que seja alcançado o lucro, objetivo final de qualquer empresa.

Vejamos agora cada uma delas de forma detalhada.

A contabilidade financeira

Conceito e objetivo

A contabilidade financeira é usada para apresentar a saúde financeira de uma organização às partes externas interessadas, tais como conselho de administração, acionistas, instituições financeiras, credores, fornecedores, investidores, clientes, etc.

Como é utilizada para informar um público externo, ela está condicionada a requisitos fiscais e a imposições legais. Porém, não é apenas o público externo que se beneficia dela, ela também é útil para a gestão interna já que traz importantes informações para um melhor planejamento financeiro e tomadas de decisões.

Outro detalhe importante: a contabilidade financeira apresenta um período de tempo específico no passado, permitindo ao público ver como a organização se encontra no presente com relação ao desempenho, posição financeira e rentabilidade.

E para que a contabilidade financeira proporcione uma visão correta da posição financeira da empresa naquele exato momento, ela precisa se basear, obrigatoriamente, na análise de três relatórios:

1. Balanço patrimonial

É essencial para manter o controle de custos e também para acompanhamento do patrimônio da empresa. Ele demonstra os ativos (bens e direitos) e passivos (dívidas e deveres) da empresa, bem como se o patrimônio da empresa se encontra em ascensão ou declínio.

2. Demonstrativo de resultados de exercício (DRE)

É um relatório que oferece um panorama completo das atividades operacionais e não operacionais da empresa em determinado período de tempo. Ele demonstrando claramente se houve lucro ou prejuízo. É uma das mais poderosas ferramentas utilizadas pelos gestores na hora da tomada de decisão.

3. Demonstrativo de fluxo de caixa

Apresenta quais foram as entradas e saídas de dinheiro em um período específico, seja no caixa, nas contas bancárias ou nas aplicações financeiras que a empresa possui. O demonstrativo de fluxo de caixa extrema importância, pois possibilita que os gestores analisem e avaliem a capacidade financeira da empresa, evitando que ela fique sem dinheiro disponível para arcar com suas despesas.

Características da contabilidade financeira

Agora que você já sabe o que é a contabilidade financeira, vamos ver quais são as suas principais características:

  • Serve para fins externos, para aquelas pessoas que não fazem parte do processo de tomada de decisão;
  • Possui natureza histórica, considera apenas as transações que já ocorreram;
  • Apenas as transações monetária são consideradas;
  • É um requisito legal e precisam ser auditadas, pois  que servem a propósitos externos.

Contabilidade gerencial

Conceito e objetivos

A contabilidade gerencial, também chamada de contabilidade de gestão, tem como objetivo produzir as informações que são úteis à administração da empresa na hora de realizar o planejamento, avaliação e controle adequados da organização. Ela se baseia nas tendências atuais e futuras e não no passado como a contabilidade financeira.

Quando bem elaborada e com informações realmente relevantes para a empresa, ela  se mostra uma ótima ferramenta para a melhora da eficiência interna. Ela permite que os gestores consigam analisar o desempenho de cada área no que diz respeito ao orçamento. Assim, fica mais fácil  detectar desvios, encontrar as causas e soluções para uma melhora da eficiência da organização como um todo.

Por ser utilizada apenas internamente, a contabilidade gerencial não precisa cumprir requisitos legais, devendo ser realizada de acordo com as necessidades de cada empresa, ou seja, pode ser semanal, mensal, etc, e não tem formato definido. A única exigência é que ela seja feita de forma clara e precisa.

Características da contabilidade gerencial

Vamos agora, observar as principais características da contabilidade gerencial:

  • Possui natureza seletiva, pois seleciona apenas aquelas informações que forem realmente úteis para os gestores;
  • É focada no futuro;
  • Fornece apenas informações, cabendo aos gestores analisar os dados e tomarem decisões;  
  • Não segue regras, apenas se preocupa com a informação que é altamente útil para a gestão;
  • Não possui formas definidas.

Diferenças entre a contabilidade financeira e a contabilidade gerencial

Vejamos agora as principais diferenças entre a contabilidade financeira e gerencial, acompanhe:

  1. Os usuários da contabilidade financeira são externos e também internos, já os usuários da contabilidade gerencial são apenas internos;
  2. A contabilidade financeira baseia-se em dados do passado e contabilidade gerencial foca no presente e em previsões futuras;
  3. A contabilidade financeira deve ser reportada publicamente, a contabilidade gerencial é para uso interno da organização e por isso, é confidencial;
  4. A contabilidade financeira dispõe somente de informações monetárias, por outro lado, a gerencial,  apresenta informações monetárias e não monetárias, como o número de colaboradores, a quantidade de insumos utilizados, etc.
  5. Relatórios gerados pela contabilidade financeira devem ser elaborados de acordo com a lei, mas na contabilidade gerencial não;
  6. A contabilidade financeira é obrigatória para qualquer empresa para fins de auditoria. A contabilidade gerencial não tem caráter de obrigação, as informações não são publicadas e nem auditadas;
  7. A contabilidade financeira é elaborada para um período de tempo específico, geralmente um ano, já a contabilidade gerencial é realizada de acordo com a necessidade e conveniência de cada empresa.

Conclusão

A contabilidade financeira e a contabilidade gerencial são ferramentas de extrema importância para a sua empresa.

A contabilidade financeira é necessária para a manutenção adequada das demonstrações contábeis e gerenciais. Já a contabilidade de gerencial é fundamental para análise dos dados de desempenho da empresa, para elaborar uma estratégia, tornar decisões efetivas e direcionar a empresa para ações futuras.

Por fim, esperamos que este artigo tenha sido útil a você. E se tiver alguma dúvida ou sugestão sobre o tema, deixe um comentário. Fique Fique à vontade também para compartilhar este conteúdo em suas redes sociais.

Powered by Rock Convert

Sobre o autor

BCN Treinamentos

1 comentário

Deixar comentário.

Share This