Ciclo operacional e ciclo financeiro: por que são tão importantes?
Gestão Financeira

Ciclo operacional e ciclo financeiro: por que são tão importantes?

fluxo-operacional-financeiro
Escrito por BCN Treinamentos

Para que o seu negócio cresça de forma saudável é fundamental que você fique atento ao ciclo operacional e ao ciclo financeiro, itens relacionados à liquidez e rentabilidade de um negócio.

Esses ciclos representam o caminho do dinheiro pelo processo produtivo, desde da compra da matéria-prima, por exemplo, até o pagamento da venda realizada e, devem ser muito bem analisados pelo empreendedor. Eles ajudam a enxergar com clareza o nível de eficiência dos recursos financeiros, ou seja, quantas vezes esse recursos foram investidos, recuperados e trouxeram resultados positivos para o empreendimento.

Mas se você não entende muito do assunto e tem interesse em saber mais, confira este conteúdo que fizemos especialmente para você sobre ciclo operacional e ciclo financeiro.

Boa leitura e bons negócios!

O que é o ciclo operacional de uma empresa?

Podemos conceituar o ciclo operacional como sendo o intervalo de tempo que vai da compra das mercadorias ou das matérias-primas até o recebimento do valor referente às vendas realizadas, passando pelo período de estocagem, produção, estocagem dos produtos acabados e venda. Ou seja, é a soma do prazo médio de estocagem (PME) com o prazo médio de recebimento (PMR).

CICLO OPERACIONAL = Prazo Médio de Estocagem (PME) + Prazo Médio de Recebimento (PMR)

Considerando o PME como o período médio em que tanto a matéria-prima quanto os produtos acabados ficam armazenados na empresa e o PMR desde a venda até o recebimento do pagamento.

Em termos de gestão financeira, o conceito de ciclo operacional é a soma de todos os eventos referentes a uma operação financeira e compreende o período médio entre as saídas e as entradas de caixa.

Exemplo de ciclo operacional:

Vamos supor que os produtos da empresa Z tiveram um prazo médio de estocagem (PME) de 45 dias. Já o prazo médio de recebimento (PMR) foi de 60 dias. Com a fórmula mencionada acima, teremos:

CICLO OPERACIONAL = 45 dias ( PME ) + 60 dias (PMR)

CICLO OPERACIONAL = 105 DIAS

Com esse resultado, entendemos que a empresa leva 105 dias para comprar matéria-prima, produzir, vender e receber o valor correspondente aos produtos vendidos.

Pelo exemplo e pelo o que já foi dito acima, você pode concluir que quanto mais curto o ciclo operacional, melhor para a empresa. No entanto, isso pode variar de acordo com a atividade e das características de desempenho de cada empresa.

O que é o ciclo financeiro de uma empresa?

O ciclo financeiro ou ciclo de caixa, é o intervalo de tempo entre o primeiro desembolso com os custos de produção e o recebimento do valor correspondente às vendas do produto. É calculado pelo ciclo operacional (CO) subtraído do prazo médio de pagamentos a fornecedores (PMPF).

CICLO FINANCEIRO = Ciclo Operacional – Prazo Médio de Pagamento a Fornecedores (PMPF)

Antes de partirmos para o exemplo de como calcular o ciclo financeiro, sempre mantenha em mente que a regra de ouro é antecipar recebimentos e postergar pagamentos. Ou seja, quanto menor for o ciclo financeiro, melhor será para a saúde da empresa.

Exemplo de ciclo financeiro:  

Utilizando o valor do ciclo operacional da empresa Z, já citada acima, de 105 dias e supondo que o prazo médio de pagamento a fornecedor seja de 35 dias. Colocando os números na fórmula acima, temos:

CICLO FINANCEIRO = 105 dias (CO) – 35 dias (PMPF)

CICLO FINANCEIRO = 70 dias

No exemplo, a empresa Z tem um ciclo financeiro de 70 dias. Ou seja, em um ano (360 dias), ela gira 5,1 vezes. Além disso, após o pagamento aos fornecedores, ela tem que financiar suas atividades com seu próprio capital de giro.

Com relação ao ciclo financeiro, os gestores devem ter como meta sempre a sua redução,  pois isso resulta em maior retorno sobre o investimento e menos pagamento de juros bancários.

Porém, a redução do ciclo financeiro, dependerá diretamente do poder de negociação de prazos maiores com os fornecedores. E também, das formas de antecipar os recebimentos de seus clientes, oferecendo, por exemplo, descontos para pagamentos à vista.

Como manter os ciclos sob controle?

Voltando ao exemplo da empresa Z, vimos que ela terá durante 70 dias capital de giro suficiente para manter seu funcionamento. Mas imagine agora que, em determinado momento, ela não consiga manter capital de giro para operacionalizar o ciclo financeiro. Nesse caso, os gestores teriam que ir atrás de outras fontes de dinheiro, como os bancos, por exemplo, o que elevaria os custos de operação do negócio.

Portanto, o foco é ter controle absoluto desses ciclos, trabalhando para que eles sejam cada vez menores e consequentemente proporcionem retornos maiores, diminuindo assim a dependência de recursos de terceiros. Será o ajuste de ambos que permitirá que o capital de giro da sua empresa seja bem gerenciado.

Mas como fazer esse controle e adequação dos ciclos operacional e financeiro?

Pois bem, para começar podemos citar as seguintes medidas:

  • Redução dos prazos de pagamento dos produtos vendidos;
  • Redução dos prazos de financiamento dos clientes;
  • Estimular as vendas à vista;
  • Negociar com fornecedores um prazo maior de pagamento;
  • Redução do prazo de estoque.

Além disso, é preciso que a empresa tenha um excelente controle do fluxo de caixa, classificando as despesas fixas e variáveis e definindo regras rígidas para as retiradas dos sócios.

No mais, ter esses ciclos sobre controle, é algo essencial  em momentos de tomada de decisões, tais como a compra de novos insumos, o pagamento antecipado de fornecedores, o aumento de despesas, etc.  

Conclusão

Ciclo operacional e ciclo financeiro são dois indicadores extremamente necessários para avaliar e controlar a eficiência da gestão do capital de giro. Por isso, é necessário que o gestor aprenda mais sobre esses ciclos e tenha como  objetivo a adequação entre eles, favorecendo o crescimento e expansão do empreendimento.

Para a conhecer mais sobre esse e outros assuntos que dizem respeito ao controle financeiro, leia outros post no nosso blog, ou faça um de nossos cursos que trazem conteúdo de relevante e de qualidade.   

Powered by Rock Convert

Sobre o autor

BCN Treinamentos

Deixar comentário.

Share This