Estratégias de Employer Branding
RH

Estratégias de Employer Branding

Escrito por BCN Treinamentos

Estratégias de Employer Branding eficientes podem mudar a realidade da sua empresa. Afinal, ela só irá crescer e se manter no topo se tiver bons colaboradores. Organizações que se preocupam com seus funcionários encontram nele um verdadeiro tesouro: pessoas motivadas, que se envolvem por completo no que fazem, que se sentem valorizadas e que contribuem para a divulgação da marca de forma espontânea.

E se você quer aprender mais sobre este assunto, continue lendo este post e descubra quais as estratégias de Employer Branding são as mais eficientes para o seu negócio.

O que é Employer Branding

O Employer Branding é uma técnica de gestão de pessoas que tem como objetivo não apenas construir, mas também manter a boa imagem de uma empresa, com foco nos colaboradores e não nos clientes. Por meio dela, a empresa mostra que é uma boa empregadora e que trabalhar nela significa ser valorizado e se realizar como profissional.
Pode parecer que não, mas o Employer Branding também tem influência sobre os clientes, pois contribui de maneira positiva na percepção que as pessoas têm sobre a marca.

Suas vantagens são muitas, mas principalmente a de atrair e manter profissionais  alinhados com os valores da empresa, aumentar a produtividade dos colaboradores e melhorar o relacionamento interno.


Quer conhecer mais sobre Employer Branding? Leia este outro artigo sobre O que é Employer Branding e a importância para sua empresa


Estratégias de Employer Branding

Quando se pensa em estratégias para deixar seus funcionários satisfeitos, a primeira ideia que surge é oferecer uma boa remuneração. Sim, uma boa remuneração compatível com as funções e com o mercado e aliada à um plano de benefícios múltiplos, é muito importante.

Porém, essa não é a única maneira de “conquistar” seus funcionários. Veja agora algumas estratégias de Employer Branding que são eficientes e fáceis de serem colocadas em prática.

1. Oferecer um ambiente de trabalho agradável

Promover um bom ambiente de trabalho, além de favorecer a produtividade, é também uma maneira de trazer satisfação para quem está ali diariamente, não importa o cargo ou função.

Por isso, é importante, sempre que possível, oferecer um ambiente adequado, bonito e confortável, com alguns benefícios como lanches, espaços para socialização e descanso, etc. Não é por acaso que gigantes como Google e Facebook, que investem em ambientes de trabalho divertidos e modernos, são vistas como excelentes empresas para se trabalhar.

Uma boa ideia também é oferecer a possibilidade de flexibilizar o horário de trabalho, bem como permitir o trabalho de home office.

2. Reconhecer um serviço bem-feito

Qualquer tarefa, por menor que seja, facilita a vida dentro da empresa, satisfaz os clientes ou colabora para o bom relacionamento com os fornecedores. Por isso, quando um serviço é bem feito e executado com excelência o funcionário deve receber um elogio. Nada mais justo do que deixá-lo ciente da sua importância e valor.

E você já sabe, funcionários valorizados se sentem mais motivados, trabalham melhor e mais felizes, desejando crescer junto com a empresa.

3. Utilizar o marketing digital

O marketing digital pode ser usado não só para atingir possíveis clientes, mas também como uma boa estratégia de Employer Branding, seja para atrair novos talentos ou seja para manter a motivação dos funcionários.

E quando o assunto é marketing digital, podem ser usadas as seguintes técnicas:

  • Deixe a página no LinkedIn sempre atualizada e atrativa;
  • Divulgar sua cultura organizacional (culture code) em sua página de carreiras;
  • Compartilhar o dia a dia da empresa nas redes sociais por meio de fotos e vídeos;
  • Compartilhar depoimentos dos colaboradores nas redes sociais;
  • Manter um blog corporativo e deixar que seus funcionários participarem dele produzindo conteúdos (fotos, vídeos, textos, etc)

4. Estabelecer uma comunicação eficiente

Se a empresa não está se comunicando de forma eficiente com seus colaboradores para expressar reconhecimento, produzir engajamento e, principalmente, para trocar ideias visando um aperfeiçoamento constante, ela não está fazendo um bom trabalho de Employer Branding.

Entre as ações eficientes para melhorar a comunicação podemos citar:

  • Apresentar as boas práticas da empresa;
  • Elaborar um guia ou manual de recrutamento e treinar os gestores para que trabalhem mais próximos da área de Recursos Humanos;
  • Criação de material que forneça informações vitais sobre o negócio da empresa, cultura e estrutura organizacional.

Além disso, é fundamental ouvir seus funcionários. A empresa precisa entender como seus profissionais enxergam a organização, o que faz ou não faz diferença e sentido para eles. Para isso, é essencial manter um canal de comunicação pelo qual seus funcionários possam se expressar livremente, sem censuras ou retaliações.

5. Fazer  do Employer Branding uma prioridade

O Employer Branding deve se tornar uma prioridade não só para a área de Recursos Humanos, mas sim para toda a empresa. Ele deve fazer parte da agenda dos CEOs e obter apoio efetivo da alta liderança.

Os líderes e gestores precisam entender que o Employer Branding é essencial para a sobrevivência e crescimento da organização em um mercado cada vez mais competitivo e sempre em  transformação.

Essas características do mercado exigem um quadro de profissionais altamente qualificado, engajado no trabalho, disposto a vestir a camisa da empresa e fazê-la protagonista. E para atrair e reter esse tipo de profissional, é preciso utilizar de todos os meios disponíveis para fortalecer a empresa como empregadora.


Quer conhecer vários Cases de Sucesso de Empresas que utilizam o Employer Branding? Veja o programa completo do Seminário de Employer Branding da BCN Treinamentos que ocorrerá em 26 de Março de 2019

Curso Employer Branding

Como colocar essas estratégias em ação

Veremos agora quais são os passos necessários para colocar essas estratégias de Employer Branding em ação, lembrando que,  antes de tudo, é que essas estratégias estejam alinhadas à cultura organizacional.

  • Planejamento: é muito importante, e deve ser feito a curto, médio e longo prazo, pois as estratégias de Employer Branding podem demorar a apresentar resultados satisfatórios.
  • Definição de áreas estratégicas: é essencial ter políticas de melhorias e de capacitação para todas as áreas. No entanto, algumas áreas e cargos devem ser priorizados. Os gestores de cada área, por exemplo, devem ser priorizados, pois além de terem uma posição estratégica no funcionamento da empresa, podem ajudar a consolidar o projeto.
  • Execução: para que as estratégias sejam executadas de forma satisfatória, a equipe de marketing deve estar alinhada com todas as outras equipes, e não apenas com a equipe de marketing. Assim, todos ficam sabendo o que está acontecendo e podem também colaborarem.

Seguindo esses passos as suas estratégias de Employer Branding trarão bons resultados, com cada vez mais talentos alinhados com a cultura e valores da empresa querendo fazer parte do seu time. Se você tem interesse em  conhecer como o Employer Branding funciona na prática, veja o programa completo do Seminário de Employer Branding da BCN Treinamentos que ocorrerá em 26 de Março de 2019 com várias empresas contando seus Cases de Sucesso.

Está na dúvida se o Epployer Branding é para sua empresa? Leia esse nosso artigo sobre 7 razões para implantar o Employer Branding na sua empresa

Powered by Rock Convert

Sobre o autor

BCN Treinamentos

Deixar comentário.

Share This