Insights sobre o Seminário de Business Partner
RH

Insights sobre o Seminário de Business Partner

Curso Business Partner
Escrito por BCN Treinamentos

No dia 08 de Dezembro de 2017 ocorreu o  Seminário de Business Partner em São Paulo, onde representantes das empresas Unisys, Danone, Fiat-Chrysler, Santander, Kimberly-Clark e Monsanto contaram um pouco sobre a estratégia e funcionamento do Business Partner em suas empresas, e os presentes tiveram a oportunidade de discutir e trocar informações aprofundando seu entendimento sobre o tema.

Abaixo separamos alguns insights que foram falados pelos palestrantes ou apareceram nas discussões durante o dia:

  • Muito cuidado ao trabalhar com pessoas de outros países, para não criar situações embaraçosas. Evite gírias, e não tente ser engraçado ao menos no início. 
  • Empresas com Business Partner (BP) em estágio mais avançados chegam a ter um BP para 120 líderes. 
  • O talento de um colaborador independe de sua idade. As empresas somente tem espaço para os colaboradores que sempre estão dispostos a aprender algo novo.  
  • Uma das funções do BP é garantir o clima da empresa
  • O BP tem que ser estratégico dentro da organização, tem que ser entendido como parceiro de negócios pelas outras áreas.
  • O BP tem que ter muito conhecimento do negócio, conhecer a realidade do negócio e ao mesmo tempo conhecer muito bem as diferentes funções de RH.
  • O BP além de precisar conhecer o que acontece dentro da empresa precisa acompanhar as mudanças que estão ocorrendo no mundo.
  • Quando as diferentes áreas de RH não funcionam bem, o BP tem que colocar a “mão na massa” para resolver os problemas.
  • Somente existe BP estratégico se o operacional do RH já está bem feito, ou o BP vira um “tomador de pedidos” de outras áreas.
  • Diferentes tecnologias, como portais de RH, Aplicativos de Celular e áreas de atendimento, ajudam os BPs a focar na estratégia da empresa e gastar menos tempo com o operacional.
  • A tendência é de que cada vez mais a tecnologia ajude a resolver os problemas operacionais do RH, através de uma auto gestão de outras área através de ferramentas tecnológicas.
  • Cada dia mais o People Analytics auxiliará na tomada de decisões do RH. Aumenta a importância do uso de dados/indicadores através de Dashboards para medir a eficiência do RH e seu desenvolvimento.
  • Talentos que são bem avaliados terão cargos com mais responsabilidades e não obrigatoriamente serão promovidos.
  • A tecnologia está mudando o mundo e mudará as empresas.
  • Quanto eu conheço de meus clientes (internos)? Suas necessidades e qual o vínculo que tenho com eles?
  • “Give what they need and not what they want” – Devemos dar o que as pessoas precisam e não o que elas pedem.
  • O RH precisa cada vez ser mais diverso, a começar pela formação de seus colaboradores. Não dá para pensar diferente, tendo somente colaboradores formados em Psicologia e Administração.
  • A transformação nas empresa ocorre através de sua liderança.
  •  O HRBP trabalha para desenvolver lideranças engajadoras, que tenham clareza do seu papel como gestor de negócios e pessoas.Para que isso seja possível, é necessário que HRBP e as Lideranças trabalhem com o objetivo de juntos contribuírem assertivamente para o alcance dos objetivos organizacionais.

Esses foram alguns insights que tivemos nesse seminário de Business Partner, como foram ditos por pessoas diferentes em palestras diferentes em algum momento podem até ser contraditórios. E na sua empresa isso se aplica? Qual o nível do seu BP atualmente?

 

Sobre o autor

BCN Treinamentos

Deixar comentário.

Share This