Categorias: Gestão Financeira

Gestão Estratégica de Tesouraria: 5 motivos para você fazer o curso!

A organização de uma empresa está diretamente relacionada ao controle do fluxo de caixa e a necessidade da tomada de decisões estratégicas. Com uma boa gestão de tesouraria, a empresa tem melhores condições de trazer eficiência e qualidade para esses processos.

Neste artigo você vai entender por que a gestão estratégica de tesouraria é tão importante para alcançar bons resultados em uma empresa. Além disso, vai saber as vantagens que esse conhecimento gera tanto para o negócio quanto para quem deseja alavancar sua carreira ou conseguir recolocação no mercado. Acompanhe!

O que é gestão estratégica de tesouraria

A gestão estratégica de tesouraria é uma prática que permite realizar uma gestão diária das movimentações de recursos financeiros, com conhecimentos que possibilitam prever riscos, além de administrar o capital de giro e a geração de caixa.

Deter conhecimento sobre gestão de tesouraria garante ao profissional a capacidade de antecipação das necessidades e a possibilidade de tomada de ações preventivas para evitar possíveis problemas, reduzindo ameaças para o negócio.

Para que isso ocorra, é imprescindível ter um profissional capacitado e que saiba aplicar a gestão estratégica na prática. Além disso, também se faz necessário que os processos adotados pelo setor de tesouraria estejam alinhados ao planejamento estratégico do negócio.

Gestão estratégica e impacto nos lucros

Uma gestão estratégica está pontualmente vinculada a um resultado final, ou seja, os lucros da empresa.

Quando uma companhia não tem um bom planejamento e um time de profissionais devidamente qualificados para traçar estratégias e prever necessidades, é natural que os resultados sejam afetados negativamente.

Por isso, investir em gestão estratégica é pensar no impacto positivo nos lucros do negócio, uma vez que a organização é o fator-chave para agregar resultados positivos para a empresa.

8 competências essenciais do profissional de tesouraria

Além de ter características como ética, transparência, inteligência emocional, visão analítica, proatividade, eficiência e disciplina, o profissional de tesouraria deve ter algumas habilidades técnicas específicas que agreguem valor ao negócio e possibilitem o sucesso da empresa.

Por isso, é fundamental que o profissional da tesouraria detenha ou desenvolva essas habilidades, buscando constante formação e atualização profissional. Vale destacar que o mercado muda constantemente, por isso a educação continuada é imprescindível para manter a atualização técnica dos profissionais.

Confira abaixo quais são as 8 habilidades essenciais do profissional de tesouraria atualmente.

  1. Conhecimento técnico em contabilidade financeira.
  2. Compreensão acerca do mercado de capitais.
  3. Domínio do fluxo de caixa.
  4. Habilidade de gestão do capital de giro.
  5. Capacidade de analisar e projetar situações.
  6. Domínio da análise de estratégias para aumentar a gestão de lucros e de caixa da empresa.
  7. Capacidade para identificar oportunidade de investimentos após a análise de demonstrativos financeiros da empresa.
  8. Habilidade de avaliar e elaborar modelagens financeiras.

Infelizmente, muitos profissionais da área de tesouraria não têm todas essas habilidades, por isso é importante investir em formação profissional a fim de acompanhar as mudanças que ocorrem constantemente no mercado, atualizando-se e garantindo um conhecimento que permita lidar com a rotina e os desafios do negócio.

Como o curso pode transformar os seus resultados

O curso de Gestão Estratégica de Tesouraria pode transformar os resultados da empresa, pois vai auxiliar o profissional a:

  • entender como é formado o caixa e o lucro da empresa;
  • compreender o destino do valores que entram e saem do caixa;
  • entender o papel da tesouraria na formação do valor das empresas;
  • assimilar pontos relevantes, que envolvem a gestão do capital de giro da empresa — como a correta concessão de parcelamentos para clientes;
  • elaborar um fluxo de caixa que envolva as demais áreas da empresa.

5 motivos para fazer o curso de Gestão Estratégica de Tesouraria

1. Processo de geração de lucro e geração de caixa

Com o curso, o profissional vai entender como se dá a geração de lucro e de caixa da empresa. Esse é um dos principais questionamentos dos profissionais da área, que muitas vezes, por não entenderem o processo de formação do lucro, não conseguem elaborar um planejamento alinhado à realidade do negócio.

No curso de Gestão Estratégica de Tesouraria, o profissional vai ter condições de formular questionamentos comuns na sua rotina de trabalho. Essas dúvidas serão a base para o compartilhamento de experiências práticas, que trarão um conhecimento que ultrapassa a teoria e alcança a prática rotineira de um setor de tesouraria.

2. Tomada de decisões de investimento e financiamento

O profissional vai ter a oportunidade de aprender como tomar decisões de investimentos e financiamentos, sobretudo com a base teórica adquirida. O professor apresenta dicas práticas que vão auxiliar o aluno na gestão de tesouraria.

Novamente a questão prática e o dia a dia dos profissionais são levados em consideração, a fim de agregar não só teoria, mas a experiência e a vivência dos profissionais.

3. Fluxo de caixa como ferramenta de gestão

Um dos pilares do curso de Gestão Estratégica de Tesouraria diz respeito ao conhecimento de como utilizar o fluxo de caixa como ferramenta de gestão.

Esse é um ponto-chave, pois o setor de tesouraria que sabe aplicar o fluxo de caixa como ferramenta de informações pode efetivamente fazer uma gestão estratégica da tesouraria.

Para que uma empresa alcance bons resultados e tenha elementos para elaborar um bom planejamento, é necessário que ela saiba utilizar o fluxo de caixa como uma ferramenta de gestão.

4. Administração do capital de giro

Muitas empresas sequer sabem como fazer a geração do caixa e acabam realizando-a de forma intuitiva e pouco profissionalizada.

Para que a empresa seja lucrativa, ela precisa entender a administração do capital de giro de maneira aprofundada. Dessa forma, compreender esse conceito e entender como aplicá-lo na prática é extremamente importante no âmbito da tesouraria.

5. Atividades da tesouraria

Por fim, o curso contempla as principais atividades da tesouraria, dando um panorama geral ao aluno e apresentando quais são as melhores práticas dentro do setor.

Além de revisar conceitos e práticas, o profissional terá condições de compartilhar sua experiência prática, agregando valor ao grupo e podendo revisar práticas e rotinas atualmente adotadas.

Quer se tornar um profissional ainda mais competente e alinhado aos objetivos da sua empresa? Então entre em contato conosco e faça o curso de Gestão Estratégica de Tesouraria!

BCN Treinamentos

Posts Recentes

O que é CNAE? Veja tudo o que você deve saber

Saber o que é CNAE é um fundamental tanto para empreendedores quanto para os profissionais…

3 dias atrás

PDCA: o que é e como funciona cada etapa

Manter o controle e a qualidade dos processos numa empresa nem sempre é uma atividade…

7 dias atrás

Jornada de trabalho: principais conceitos e mudanças na legislação

Entender sobre os pontos relacionados a jornada de trabalho é uma necessidade para todos os…

2 semanas atrás

Business Partner de RH: o que é, o que faz e como se tornar um

A necessidade de descentralizar as atividades da área de recursos humanos tomou uma proporção ainda…

3 semanas atrás

Política de benefícios: o que você deve saber

Num mercado que demanda cada vez mais mudanças e atualizações, a seleção e retenção de…

4 semanas atrás

3 Indicadores de Recrutamento e Seleção (R & S) com exemplos práticos

Chegou o momento de realizar novas contratações para a equipe, mas você não sabe quais…

1 mês atrás