People Analytics - uma carreira em crescimento
Carreira RH

People Analytics – uma carreira em crescimento

People-Analytics-Carreira
Escrito por BCN Treinamentos

Já falamos aqui no blog sobre o que é people analytics, ferramenta de apoio à tomada de decisão que auxilia gestores a fazer escolhas objetivas e eficientes, bem como implementá-lo na sua empresa. 

Afinal, a adoção de analytics é uma realidade em todos os setores da economia e a adoção de uma cultura de tomada de decisão suportada por fatos e dados passou a ser essencial para a obtenção de bons resultados. Claro que na área de Recursos Humanos não seria diferente e a adoção do people analytics vai além da análise de dados e pode gerar impactos positivos tanto para a gestão de pessoas como para os resultados das empresas. 

Por esses e outros motivos, vamos te mostrar neste nosso novo artigo como trabalhar na área de people analytics, como é o mercado de trabalho e quais são as habilidades necessárias para encarar esse desafio. Acompanhe e saiba que essa pode ser a sua grande chance de uma virada profissional na sua carreira rumo ao sucesso.

Boa leitura!

1. O que é o People Analytics

People analytics, HR analytics ou ainda workforce analytics são as diferentes nomenclaturas usadas para nomear o que promete ser o futuro da área de Recursos Humanos: a utilização de dados estruturados, métricas, análises e modelagens estatísticas com o objetivo de assegurar o rigor científico na gestão de pessoas.

People analytics é uma ferramenta de apoio à tomada de decisão que auxilia os gestores da área de Recursos Humanos de uma empresa a fazer escolhas mais objetivas e eficientes, ou seja, é o data analytics aplicado na gestão do capital humano.

De uma maneira ou de outra, todas as grandes empresas já estão usando people analytics. No entanto, são poucas as empresas que exploram todo o seu potencial. A grande maioria ainda utiliza a metodologia de forma superficial e em grande parte, isso se deve à falta de profissionais capacitados para a tarefa. 

2. O mercado de trabalho

Nos Estados Unidos, nos últimos cinco anos, o número de profissionais de RH com habilidades de análise de dados aumentou em 242%. E não é por acaso, segundo pesquisa do Linkedin, 73% dos profissionais de talentos e gerentes de contratação declararam que o people analytics será uma “grande prioridade” para suas empresas nos próximos cinco anos. No entanto, mais da metade desses gestores precisa de ajuda para desenvolver uma equipe capacitada em dados dentro de sua empresa.

Acontece que muitas organizações, embora já estejam usando o big data para interpretar tendências e problemas no local de trabalho, muitas delas ainda permanecem simplesmente preocupadas em coletar dados.

Ou seja, as empresas precisam de profissionais que mais do que coletar dados saibam analisá-los, agir com confiança e capitalizar novas oportunidades usando os números e tendências que surgem de suas observações. Fornecer insights para apoiar uma melhor tomada de decisão é o principal objetivo do people analytics, afinal ao trazer dados para a conversa, você passa a ter mais confiança em suas recomendações.

Então, como você pode perceber, essa é uma área em ascensão que pode oferecer grandes oportunidades de trabalho para profissionais capacitados. People analytics é o futuro da área de Recursos Humanos assim como data analytics é o futuro da gestão organizacional como um todo.

3. Habilidades necessárias para trabalhar na área

Para trabalhar na área de people analytics o profissional deve ter as seguintes habilidades:

  • Capacidade para pensar de maneira crítica;
  • Saber coletar as informações corretas;
  • Capacidade de analisar e interpretar os dados coletados, ou seja, saber “contar histórias” (storytelling) a partir desses dados;
  • Ter visão analítica.

E claro, é preciso buscar o aprendizado por meio de cursos de ciência de dados e de estatística, bem como ter conhecimentos de psicologia, já que para analisar pessoas não basta somente interpretar os números.

Conheça nosso curso de Estatística para RH
curso-estatistica-RH

Ou seja, os profissionais que desejam atuar com people analytics precisam ter mais do que as conhecidas hard skills (ciência da computação, estatística e entendimento do negócio), também é necessário ter as chamadas soft skills que facilitam o melhor entendimento e comunicação com as necessidades da área de RH. 

4. Por onde começar 

Para se tornar um profissional especialista em people analytics é preciso sair em busca do aprimoramento. E nada melhor do que procurar os conhecimentos necessários em treinamentos elaborados com o objetivo de apresentar os desafios gerenciais e técnicos para a aplicação prática da metodologia. Através deles, os profissionais de Recursos Humanos poderão se direcionar estrategicamente e compreender como podem aplicar técnicas estatísticas e de machine learning desde os primeiros momentos de adoção do people analytics.

E aqui, na BCN Treinamentos, temos um curso pensado especialmente para profissionais de RH e de gestão de pessoas, analistas e interessados em aplicações de people analytics no contexto corporativo, o People analytics instrumental: o que fazer e como fazer people analytics.

Nesse curso são utilizados cases reais para apresentar e discutir interativamente com os alunos a prática de people analytics. Na sequência, através de exemplos práticos, as técnicas são exercitadas para fixação e aprofundamento.

E tem mais, sempre que possível, os exemplos são conduzidos usando o MS Excel e também ferramentas mais avançadas para que, independentemente da ferramenta, os alunos compreendam a utilidade do people analytics para o profissional de RH, ou seja, como ele pode auxiliar na obtenção das melhores informações para decidir, desenhar planos de ação e novas políticas na área. 

Gostou? Ficou interessado? Saiba mais sobre esse e outros cursos e eventos sobre o assunto no site da BCN Treinamentos.

Sobre o autor

BCN Treinamentos

Deixar comentário.

Share This